sábado, 12 de abril de 2014

SFPW - Temporada Verão 2015 - dia 01/04

Olá,
Vamos ver o que rolou no segundo dia de SPFW? Acompanhe!

Triton
   A inspiração no vilarejo de Positano, na Costa Amalfitana da Triton resultou em looks de sonho para um verão fresco, vibrante, confortável e romântico com desconstrução da alfaiataria além de uma linda mistura de cores cáquis com azuis e rosas e fios de ouro arrematando algumas combinações.



Vitorino Campos
    Inspirado no Buraco negro, Vitorino Campo colocou na passarela uma coleção escura para o verão com leveza de materiais como a organza além de paletós, vestidos e mantôs de verão texturizados com lurex seguidos de uma série de peças claras e transparentes com vestidos de organza tecnológica que revelam cores.



Giuliana Romanno
    Inspiração na cidade de Paraty e seus traços históricos, inspiração essa que em nenhum momento aparece de forma literal na primeira parte do desfile, em uma ótima cartela de cores que remete à areia da praia, ao sol e ao mar. A segunda parte tem referências urbanas com brilhos e tons escuros.



Patricia Motta
   Inspirada “em cores e formas, em flores e sabores”, a estilista apresentou sua coleção com uma cartela de cores que levavam nomes de frutas. A silhueta é meio "lady like" com cintura marcada e saias amplas de vários comprimentos.



Pat Pat’s
   Inspirada Na vida de sua prima, Harley Viera Newton, Andrea mostrou 23 looks com saias curtas, calças justas, tops cropped e uma boa série metalizada com trabalho em couro e muitos metalizados.



Alexandre Herchcovitch
   Com inspiração em Marilyn Monroe, Herchcovitch mostrou uma coleção onde a sexualidade, o brilho, o pink e a feminilidade estavam claramente presentes.
Tecidos como o algodão, o látex, passando pela seda e o denim, lindos os casacos-capas em látex, e os casacos em cashmere com cristais.



Uma Raquel Davidowicz
   Raquel Davidowicz buscou no movimento Dadaísta a inspiração para sua coleção que aparece nas fotografias feitas de peças de seu próprio acervo, estampadas em tamanho real nos looks além de estampas metalizadas sobrepostas, criando um efeito geométrico de colagens.



     Vou dar minha humilde opinião, eu sempre amei todos os desfiles do Herchcovitch mas o da Patricia Motta me encantou. As cores e shapes são lindos e valorizam qualquer mulher.
   E você, qual prefere?
   Beijos.